sábado, 19 de junho de 2010

José Saramago

"A viagem não acaba nunca. Só os viajantes acabam. E mesmo estes podem prolongar-se em memória, em lembrança, em narrativa. Quando o visitante sentou na areia da praia e disse:
“Não há mais o que ver”, saiba que não era assim. O fim de uma viagem é apenas o começo de outra. É preciso ver o que não foi visto, ver outra vez o que se viu já, ver na primavera o que se vira no verão, ver de dia o que se viu de noite, com o sol onde primeiramente a chuva caía, ver a seara verde, o fruto maduro, a pedra que mudou de lugar, a sombra que aqui não estava. É preciso voltar aos passos que foram dados, para repetir e para traçar caminhos novos ao lado deles. É preciso recomeçar a viagem. Sempre."

José Saramago - Descanse em Paz!!



Obrigada pela sua maravilhosa contribuição a literatura.

Pedido a São Pedro

Sabado chuvoso. Perfeito para ficar em casa e nada fazer. Relax total ....... mas assim óhh São Pedro: tanta chuva também não dá!!! Dá uma folguinha, ai vai .... heheheheh

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Copa do Mundo - Los Hermanos

E os argentinos, hoje, heim!?! Que jogão de bola ........ mas o pior disso tudo é ter que aturar El Diego Maradona ..... rsrsrsrsrsrsrsr!!

Poemas ao Vento - Fernando Pessoa

Sopra o vento, sopra o vento,

Sopra alto o vento lá fora;

Mas também meu pensamento

Tem um vento que o devora.

Há uma íntima intenção

Que tumultua em meu ser

E faz do meu coração

O que um vento quer varrer;

Não sei se há ramos deitados

Abaixo no temporal,

Se pés do chão levantados

Num sopro onde tudo é igual.


Dos ramos que ali caíram

Sei só que há mágoas e dores

Destinadas a não ser

Mais que um desfolhar de flores.

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Copa do Mundo - O jogo da Mesmice

 Depois de 5 dias de jogos, finalmente a Copa do Mundo começou para a Seleção Brasileira. Sinceramente achei a estréia fria, monótona, sem emoção. Esperava mais, alias, muito mais dos nossos atletas. Mas também confesso que não fiquei surpresa com isso tudo, afinal Seleção que tem Dunga como técnico, se for campeã, pode sim, ser também conhecida como a Seleção dos Milagres.
Me desculpem aos adeptos do Dunga, mas acho ele um reacionário. Um péssimo técnico.
Mas confesso a vocês também que acho que não será desta vez que a Seleção virá para casa com o Hexa. Futebol hoje é negócio. Nesta copa do Mundo, assim como em todas as outras, acontece muita coisa "nos bastidores". E ai fico me perguntando: Será que vai ser permitido uma seleção ganhar a copa duas vezes consecutivas???? Sim, duas vezes consecutivas eu disse!!! Ou estão esquecendo que a próxima Copa do Mundo será no Brasil?? E qual o melhor cenário para se comemorar um Hexa Campeonato??
Não sei não ....... só sei que se fosse apostar alguma coisa, o Brasil não seria o meu palpite.
Não que não esteja torcendo pela Canarinho ou coisa do tipo, só estou querendo tentar entender o que leva jogadores que ganham milhões, a chegar num jogo de Copa do Mundo, jogar de forma morna, sem graça, sem espetaculo, como todos nós Brasileiros esperamos???
Quem deu este presente (e não foi para nós Brasileir@s) em seu primeiro jogo foi uma das seleções mais truncadas que eu conhecia e que jogou de forma espetacular: Germany!!
Só sei que se o seu Dunga continuar assim, por mim que nem volte!!!!



 

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Rebeldia

Este é um texto que vou escrever após um longo tempo de meditação sobre o assunto e constatação de que isso acontece muito na juventude de hoje...a Rebeldia. Não tem nada a ver com aquela novelinha, podem ficar tranqüilos, afinal não tem como eu falar de algo que nunca vi.

Eu resolvi finalmente colocar no papel o que penso sobre este assunto, pois ontem ao ouvir este trecho “Deus me livre dessa rebeldia que fala e não diz nada.” da música do Grabriel Pensador, voltei novamente a me questionar sobre o assunto...

Inicialmente me lembro quando eu era mais jovem, escutei algumas vezes me chamarem de “revoltado”, eu até gostava disso, gostava daqueles músicos que eram bem rebeldes, que demonstravam toda a sua rebeldia contra a sociedade, mas sinceramente nunca me considerei um rebelde, apesar de sempre ter vontade de mostrar este lado, mas quase sempre tinha medo de o fazer.

Hoje em dia muitas das pessoas seguem o que vou chamar de uma moda rebelde, a pessoa não é realmente rebelde, apenas gosta de se passar por um, então tudo é montado, suas roupas, seus discursos, seu gosto musical, etc. Então se quer ser rebelde tem que gostar da mesma música, usar o mesmo tipo de roupa e ter o mesmo discurso??? Não, isso é moda...

Fui em busca do dicionário para pegar a definição mas clara possível da palavra rebeldia, e gostei bastante da seguinte definição, “que se revolta”, então o rebelde é aquela pessoa que se revolta, seja com a sociedade, com a religião, com as músicas, etc. Mas isso não quer dizer que toda aquela pessoa que se revolta precisar ser igual às outras...Você pode se revoltar e usar roupas normais e gostar de pagode; Você pode se revoltar contra a sociedade e mesmo assim ser um católico praticante. Onde quero chegar com isso?? Que a pessoa realmente rebelde é aquela que quer mudar o mundo, que se revolta com a rotina da nossa sociedade e espera poder ver um mundo diferente melhor e não aquela que apenas quer ser chamada de rebelde e faz teatro para isso.

Então não critico a qualquer pessoa, seja ela quem for, tenha ela qual estilo tiver, mas eu odeio a hipocrisia de tentar ser algo que não se é...


Fonte: Texto de Fábio Heinen.



Rebele-se

"A rebeldia aos olhos de qualquer pessoa que tenha estudado um pouco de História, é a virtude original do ser humano."

Oscar Wilde

2º Salão de Arte - Inscrições

"Já estão abertas as inscrições para artistas plásticos que queiram participar da segunda edição do Salão Municipal de Artes de São Leopoldo. A atividade ocorrerá dentro da programação da São Leopoldo Fest, entre os dias 24 de julho e 1.º de agosto, em uma galeria de artes que será montada junto ao Ginásio Celso ... Leia mais em: https://www.saoleopoldo.rs.gov.br

Manhã de Inverno

Coroada de névoas, surge a aurora
Por detrás das montanhas do oriente;
Vê-se um resto de sono e de preguiça,
Nos olhos da fantástica indolente.

Névoas enchem de um lado e de outro os morros
Tristes como sinceras sepulturas,
Essas que têm por simples ornamento
Puras capelas, lágrimas mais puras.

A custo rompe o sol; a custo invade
O espaço todo branco; e a luz brilhante
Fulge através do espesso nevoeiro,
Como através de um véu fulge o diamante.

Vento frio, mas brando, agita as folhas
Das laranjeiras úmidas da chuva;
Erma de flores, curva a planta o colo,
E o chão recebe o pranto da viúva.

Gelo não cobre o dorso das montanhas,
Nem enche as folhas trêmulas a neve;
Galhardo moço, o inverno deste clima
Na verde palma a sua história escreve.

Pouco a pouco, dissipam-se no espaço
As névoas da manhã; já pelos montes
Vão subindo as que encheram todo o vale;
Já se vão descobrindo os horizontes.

Sobe de todo o pano; eis aparece
Da natureza o esplêndido cenário;
Tudo ali preparou co’os sábios olhos
A suprema ciência do empresário.

Canta a orquestra dos pássaros no mato
A sinfonia alpestre, — a voz serena
Acordo os ecos tímidos do vale;
E a divina comédia invade a cena.

Machado de Assis, in 'Falenas'

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Justiça condena Ford a indenizar o Estado do RS

"A ação ordinária ajuizada pelo Estado do Rio Grande do Sul contra a Ford Brasil Ltda recebeu sentença favorável, condenando a empresa a indenizar o Estado e reconhecendo o rompimento contratual por parte da montadora. O maior imbróglio vivido pelo mandato de Olívio Dutra como governador toma, a partir da decisão judicial, de dezembro de 2009, nuances distintas em relação à época da saída da Ford do estado e sua instalação na Bahia. Já houve apelação por parte da empresa e a decisão, portanto, não é definitiva "

Matéria completa: www.sul21.com. br

sábado, 29 de maio de 2010

Juventude e Compromisso

Parabéns a toda galera da JPT pelo belíssimo encontro realizado hoje, na cidade de Canoas com mais de 600 jovens!!
Parabéns companheiro Mauricio Piccin, pelo trabalho e por estar a frente deste importante segmento da sociedade que tanto carece de atenção. Parabéns pela sua coragem, sua luta e sua participação sempre combativa em prol de uma sociedade mais igualitaria a todos nós, Gaúchos e Brasileiros!!

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Pacto pela juventude gaúcha

Mauricio Botton Piccin (*)


Dia 28 próximo ocorre na Assembléia Legislativa do RS uma audiência pública sobre juventude proposta pela Comissão de Cidadania e Direitos Humanos e pela Comissão de Educação da casa. Participa ainda da construção desta audiência a Comissão de Cidadania e Direitos Humanos do Senado e como convidados deverão estar presentes a Secretaria Nacional de Juventude do Governo Federal, o Conselho Nacional de Juventude e o Governo do Estado do RS através de suas instâncias competentes.

Esta audiência terá o papel de levantar informações sobre a situação da juventude gaúcha, através da presença de vários movimentos e entidades juvenis do RS. Ainda, deverá problematizar sobre as medidas que os poderes legislativos e executivo do RS devem tomar frente a constituição do Sistema Nacional de Juventude e da Política Nacional de Juventude, pois está em debate hoje em nível nacional o Estatuto da Juventude e o Plano Nacional de Juventude, além da PEC da Juventude que deverá ser aprovada em breve pelo Senado Federal. Este marco legal que está sendo constituído, que representa uma grande conquista da juventude brasileira, irá definir responsabilidades para as esferas federal, estaduais e municipais sobre a Política de Juventude.

Além disso, o grande papel desta audiência pública será construir as bases para um grande pacto pela juventude gaúcha. Vivemos em um momento que a população jovem chegará, segundo o IBGE, a 51 milhões durante o ano de 2010. Ao mesmo tempo, este segmento é o que mais sofre com a exclusão social. Além disso, esse bônus demográfico nos indica que este segmento é imprescindível para o desenvolvimento do nosso estado e do país. Dar condições dignas de vida à juventude, viabilizando sua formação profissional, o acesso à moradia, à terra, à geração de renda e à cultura integrando-a no processo de desenvolvimento da sociedade através da garantia de espaços de participação definirá a qualidade do desenvolvimento que teremos.

Cabe ao Rio Grande do Sul fazer as pazes imediatamente com sua juventude – além de integrar o Pacto pela Juventude proposto pelo Conselho Nacional de Juventude que propõem que cada Estado e/ou município assuma o compromisso pela implementação de políticas para a juventude – precisa dar um passo a mais e construir o seu próprio Pacto que incorpore elementos específicos da situação da juventude gaúcha e que comprometa as diversas posições políticas pela necessidade do RS também passar perceber o desenvolvimento social e econômico com o necessário enfoque geracional nas políticas públicas.

Portanto, num momento que antecede os debates eleitorais e o embate entre diferentes projetos para o RS, uma audiência como está é muito bem vinda e será vitoriosa se construir o entendimento plural sobre o papel que a juventude deve ocupar no desenvolvimento do RS, se for capaz de construir este pacto pela juventude estratégico para o presente e o futuro do Rio Grande.



(*) Médico Veterinário, Vice-Presidente da UNE 2005-2007

(*) texto publicado em: http://rsurgente. opsblog.org/

Hoje é o último dia da minha aula de direção, antes da prova pratica.
Que friu na barriga ..... mas nada que me tire do sério!!!

Concentração sempre!!!

Vamos que vamos!!

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Convite

Ismael, foi o nosso candidato mais votado em São Leo.
Obrigada a tod@s aqueles que acreditam que é possível sim mudarmos a situação de nossas crianças e adolescentes de nossa cidade. Essa vitória é apenas o começo de um árduo trabalho que virá pela frente.

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Eleição Conselho Tutelar - São Leopoldo

Domingo teremos eleição dos(as) conselheiros(as) tutelares e, é importantíssimo a participação das pessoas que tenham compromisso com a política de defesa dos direitos das crianças e dos adolescentes.
Portanto, tomo a liberdade de apresentar-lhes os CINCO candidatos que conheço e, com certeza, estão comprometidos com a construção desta política de direitos.

SÉRGIO NUNES Nº 02
ISMAEL Nº 10
DIONE Nº 13
MARCIO Nº 25
NADIR Nº 28

quarta-feira, 19 de maio de 2010

'Se o coração bater forte e arder, no fogo o gelo vai queimar'


Força Garra - Grêmio é coração!!

Minha eterna paixão!



Fonte da Imagem: google imagens


Canção de Outono - Cecilia Meireles

Perdoa-me, folha seca,
não posso cuidar de ti.
Vim para amar neste mundo,
e até do amor me perdi.

De que serviu tecer flores
pelas areias do chão,
se havia gente dormindo
sobre o própro coração?

E não pude levantá-la!
Choro pelo que não fiz.
E pela minha fraqueza
é que sou triste e infeliz.
Perdoa-me, folha seca!
Meus olhos sem força estão
velando e rogando áqueles
que não se levantarão...

Tu és a folha de outono
voante pelo jardim.
Deixo-te a minha saudade
- a melhor parte de mim.
Certa de que tudo é vão.
Que tudo é menos que o vento,
menos que as folhas do chão...

terça-feira, 18 de maio de 2010

Convite: Seminário Chega de Silêncios


A volta

Hoje faz exatamente 3 meses da última postagem. Um bom tempo, ou melhor, long time!! Para esse mundo em que cada segundo perdido é como se fosse uma eternidade, três meses então, é quase uma vida. Mas sempre é bom darmos um tempo nas coisas, na nossa vida, na nossa rotina. Rotina faz bem, porém um excesso de quando em quando também tem seu grande valor.
O fato real é que mesmo afastado do blog, não me afastei do mundo virtual, pois orkut, email, twitter, facebook, entre outras tantas coisas são coisas que parecem que ja estão imbutidas em nós, e que se ficarmos um dia se quer sem nenhuma delas, parece que nada aconteceu e que não interagimos com ninguém. Mesmo tendo saído e tomado aquele vinho maravilhoso rodeado de amigos reais!!! Como diria Renato Russo "é tão estranho" e ao mesmo tempo tudo igual.

Nos dias de hoje fala-se tanto em volta ao passado nas questões mais sentimentais, de relacionamento mesmo, mas confesso que as vezes me parece um pouco dificil. É muito mais simples, confortavel, interagir com uma máquina que fala, responde, te diz tudo, tira todas suas duvidas, te leva a fazer mil viagens pelo mundo sem precisar levantar da cadeira, sem mesmo precisar sair de casa, e ai fico me perguntando: Para onde é que caminha a humanidade? Me parece algo meio sem resposta ..... sem direção. Todos em busca de um ideal de vida, de futuro melhor, mas será que isso se dará através da técnologia?? Será que não estamos precisando viver mais o corpo a corpo?? A conversa direta, olho-no-olho?? O abraço amigo??

São tantas e tantas perguntas .... sei que existem milhares de respostas por ai, mas penso que cada um tem um caminho a seguir. Cada qual sabe a alegria de um abraço e a alegria de abrir a caixa de email e ter uma cartinha eletrônica de alguém especial - só o melhor disso tudo -se for de alguém que realmente se encontra longe, pois caso contrario, o melhor que temos a fazer é desligar o micro, esquecer um pouco nosso mundo virtual e viver a vida real. Essa sim vale a pena!!!

Com esses pensamentos malucos, embutidos de alegrias e tristezas ao mesmo tempo, num dia chuvoso como hoje, aviso que estou de volta ao blog, porém não perderei muitas horas por dia aqui, não!!!

Bjokas

A Resposta

Se você ligasse pro seu namorado(ou marido) e ele atendesse assim:
"Escuta aqui você!
Eu tô na casa de um amigão,
tô tomando um cervejão,
tô jogando um poquerzão e não vô agora não!!"...

O que você faria???

Falaria assim:
Relaxa amor,
só liguei pra avisar que eu
to na casa da vizinha,
tomando uma caipirinha,
tá rolando a maior festinha,
vou chegar de manhãzinha.

E a propósito, não vou dormir sozinha!!!!

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Mulher inteligente e obediente

Para descontrair um pouco ....



Mulher inteligente e obediente

Era uma vez um homem que tinha passado toda a sua vida trabalhando e que juntara todos os centavos que ganhava. Ele era realmente muito mão-de-vaca.
Antes de morrer, disse à mulher:
- Ouve-me bem! Quando eu morrer, quero que pegues todo o meu dinheiro e o coloques no caixão junto comigo. Eu quero levar todo o meu dinheiro para a minha próxima encarnação.

Dito isto, obrigou a mulher a prometer que, quando ele morresse, ela colocaria todo o seu dinheiro dentro do caixão junto dele.

Um dia o homem morre.

Foi colocado dentro do caixão, enquanto a mulher se mantinha sentada a seu lado, toda de preto, acompanhada pelos amigos mais chegados.


Quando terminou a cerimônia e antes de o padre se preparar para fechar o caixão, a mulher disse:

- Só um minuto!

Tinha uma caixa de sapatos com ela.

Aproximou-se e colocou-a dentro do caixão, juntamente com o corpo. Um amigo disse-lhe:

- Espero que não tenhas sido doida o suficiente para meteres todoa quele dinheiro dentro do caixão!


Ela respondeu:

- Claro que sim. Eu prometi-lhe que colocaria aquele dinheiro junto dele e foi exatamente o que fiz.

- Estás me dizendo que puseste todos os centavos que ele tinha dentro do caixão com ele?

- Claro que sim! - Respondeu a mulher. - Juntei todo o seu dinheiro, depositei-o na minha conta e passei-lhe um cheque. Vai descontar lá no inferno!


E NÃO ESQUEÇAM DE COLOCAR O CHEQUE DEVIDAMENTE NOMINAL E CRUZADO!!!!!!!



Hoje aprendi que é preciso deixar que a vida te despenteie,
por isso decidi aproveitar a vida com mais intensidade...
O mundo é louco, definitivamente louco...
O que é gostoso, engorda. O que é lindo, custa caro.
O sol que ilumina o teu rosto enruga.
E o que é realmente bom dessa vida, despenteia...
- Fazer amor, despenteia.
- Rir às gargalhadas, despenteia.
- Viajar, voar, correr, entrar no mar, despenteia.
- Tirar a roupa, despenteia.
- Beijar à pessoa amada, despenteia.
- Brincar, despenteia.
- Cantar até ficar sem ar, despenteia.
- Dançar até duvidar se foi boa idéia colocar aqueles saltos gigantes essa noite, deixa seu cabelo irreconhecível...
Então, como sempre, cada vez que nos vejamos
eu vou estar com o cabelo bagunçado...
mas pode ter certeza que estarei passando pelo momento mais feliz da minha vida.
É a lei da vida: sempre vai estar mais despenteada a mulher que decide ir no primeiro carrinho da montanha russa, que aquela que decide não subir.

Pode ser que me sinta tentada a ser uma mulher impecável,
toda arrumada por dentro e por fora.
O aviso de páginas amarelas deste mundo exige boa presença:
Arrume o cabelo, coloque, tire, compre, corra, emagreça,
coma coisas saudáveis, caminhe direito, fique séria...
e talvez deveria seguir as instruções, mas
quando vão me dar a ordem de ser feliz?
Por acaso não se dão conta que para ficar bonita
eu tenha que me sentir bonita...
A pessoa mais bonita que posso ser!
O único, o que realmente importa é que ao me olhar no espelho, eu veja a mulher que devo ser.
Por isso, minha recomendação a todos que amo:

Entreguem-se, comam coisas gostosas, beijem, abracem, dancem, apaixonem-se, relaxem, viajem, pulem, durmam tarde, acordem cedo, corram, voem, cantem, arrumem-se para ficar lindas, arrumem-se para ficar confortáveis!
Admirem a paisagem, aproveitem,
e, acima de tudo, deixem a vida despentear vocês!

O pior que pode acontecer é que, rindo frente ao espelho, vocês precisem se pentear de novo..

Diga não à Pena de Morte para Gays da Uganda

O parlamento da Uganda está se preparando para passar uma nova lei brutal, que punirá gays com sentenças de prisão e até pena de morte.

Críticas internacionais levaram o presidente a pedir uma revisão da lei, mas após forte lobby por extremistas, a lei parece estar pronta para votação -- ameaçando gerar perseguição e derramamento de sangue.

Oposição à lei está crescendo, inclusive da Igreja Anglicana. O ativista de direitos gays na Uganda, Frank Mugisha, diz que "Esta lei nos colocará em grande perigo. Por favor, assine a petição e diga a outros para se juntarem a nós. Caso haja uma grande resposta global, nosso governo verá que a Uganda será isolada no cenário internacional, e não passará a lei".

É esperado que uma decisão seja tomada nos próximos dias, e só uma onda de pressão global será suficiente para salvar Frank e muitos outros. A petição global para impedir a lei de morte para gays já ultrapassou 340.000 assinaturas em menos de uma semana, clique abaixo para assinar e depois divulgue:

http://www.avaaz.org/po/uganda_rights_3/?vl

Essa petição será entregue esta semana ao Presidente Museveni e o parlamento da Uganda até o final desta semana por líderes da sociedade civil e religiosos. O governo já desautorizou uma marcha por extremistas anti-gay esta semana portanto isto mostra que a pressão internacional está funcionando!

A lei propões prisão perpétua para qualquer um acusado de ter uma relação com alguém do mesmo sexo, e pena de morte para quem cometer esse "crime" mais de uma vez. ONGs que trabalham para impedir maior contaminação por HIV podem ser condenadas a até 7 anos de prisão por "promover homossexualidade". Outras pessoas podem ser condenadas a até 3 anos de prisão por deixarem de avisar as autoridades da existência de atividades homossexuais dentro de 24 horas!

Quem apoia o projeto de lei diz defender a cultura nacional, mas uma das maiores oposições vem de dentr do próprio país. O Reverendo Canon Gideon Byamugisha é um dos muitos que nos escreveram - ele disse que essa lei:

"Está violando a nossa cultura, tradição e valores religiosos que não apoiam intolerância, injustiça, ódio e violência. Nós precisamos de leis para proteger as pessoas, não para perseguí-las, humilhá-las, ridicularizá-las e matá-las em massa."

Ao rejeitar essa perigosa lei e apoiar a oposição nós podemos ajudar a criar um precedente crucial. Vamos ajudar a criar um apoio em massa aos defensores de direitos humanos na Uganda, e salvar a vida de muitos ao impedir que essa lei passe -- assine agora e avisa seus amigos e familiares:

http://www.avaaz.org/po/uganda_rights_3/?vl.


Fonte da Matéria:http://www.avaaz.org

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

O papagaio Chegou!! Azul e branco no coração!! Da-lhe Estação ...

SAMBA 2010

De Passo em Passo, a Estação Primeira Declara Independência"
Compositor e Intérprete: Sandrinho Gessé
ME DÊ A MÃO, VEM PRA CÁ, ME ABRAÇA
MEU PAPAGAIO LÁ NO CÉU ANUNCIOU
AZUL E BRANCA É MINHA BANDEIRA
MUITO PRAZER, SOU ESTAÇÃO PRIMEIRA!
Caminhando eu vou, eu vou
Por entre as veredas do meu enredo
Nesse mar de fantasias, quero te levar
Rua minha rua, grande coração dessa cidade
Sobre as asas de um anjo
A minha escola foi abençoada
Gritando assim Independência!
Num gesto de amor e alegria
BALANÇA QUE EU QUERO VER (EU QUERO VER)
A ARQUIBANCADA TODA ESTREMECER
QUANDO O SHOW COMEÇAR E A ESTAÇÃO DESFILAR
RUA GRANDE HOJE VOU CANTAR
(Lalaia)
Requinte tem na alta sociedade
Palanque popular, a democracia vou exercitar
Manifestações civis e culturais, marcha pela paz
A gastronomia quero degustar
QUEM VAI QUERER, QUEM VAI QUERER
TEM VARIEDADES MEU COMÉRCIO PRA VOCÊ
Rota do esporte, a consagração
Um arco-íris vem cruzando a passarela
Glamour contagiante, liberdade de expressão
Na noite bem iluminada a lua é a testemunha
Da boemia, dos encontros e emoções
De bar em bar eu vou pra avenida
No carnaval extravasar minha alegria

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010


clique na imagem para direciona-la ao site!!

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Os pecados do Haiti - Por: Eduardo Galeano


A democracia haitiana nasceu há um instante. No seu breve tempo de vida, esta criatura faminta e doentia não recebeu senão bofetadas. Era uma recém-nascida, nos dias de festa de 1991, quando foi assassinada pela quartelada do general Raoul Cedras. Três anos mais tarde, ressuscitou. Depois de haver posto e retirado tantos ditadores militares, os Estados Unidos retiraram e puseram o presidente Jean-Bertrand Aristide, que havia sido o primeiro governante eleito por voto popular em toda a história do Haiti e que tivera a louca ideia de querer um país menos injusto.

O voto e o veto

Para apagar as pegadas da participação estado-unidense na ditadura sangrenta do general Cedras, os fuzileiros navais levaram 160 mil páginas dos arquivos secretos. Aristide regressou acorrentado. Deram-lhe permissão para recuperar o governo, mas proibiram-lhe o poder. O seu sucessor, René Préval, obteve quase 90 por cento dos votos, mas mais poder do que Préval tem qualquer chefete de quarta categoria do Fundo Monetário ou do Banco Mundial, ainda que o povo haitiano não o tenha eleito nem sequer com um voto.

Mais do que o voto, pode o veto. Veto às reformas: cada vez que Préval, ou algum dos seus ministros, pede créditos internacionais para dar pão aos famintos, letras aos analfabetos ou terra aos camponeses, não recebe resposta, ou respondem ordenando-lhe: – Recite a lição. E como o governo haitiano não acaba de aprender que é preciso desmantelar os poucos serviços públicos que restam, últimos pobres amparos para um dos povos mais desamparados do mundo, os professores dão o exame por perdido.



O álibi demográfico

Em fins do ano passado, quatro deputados alemães visitaram o Haiti. Mal chegaram, a miséria do povo feriu-lhes os olhos. Então o embaixador da Alemanha explicou-lhe, em Port-au-Prince, qual é o problema:
– Este é um país superpovoado, disse ele. A mulher haitiana sempre quer e o homem haitiano sempre pode.

E riu. Os deputados calaram-se. Nessa noite, um deles, Winfried Wolf, consultou os números. E comprovou que o Haiti é, com El Salvador, o país mais superpovoado das Américas, mas está tão superpovoado quanto a Alemanha: tem quase a mesma quantidade de habitantes por quilómetro quadrado.

Durante os seus dias no Haiti, o deputado Wolf não só foi golpeado pela miséria como também foi deslumbrado pela capacidade de beleza dos pintores populares. E chegou à conclusão de que o Haiti está superpovoado. .. de artistas.

Na realidade, o álibi demográfico é mais ou menos recente. Até há alguns anos, as potências ocidentais falavam mais claro.

A tradição racista

Os Estados Unidos invadiram o Haiti em 1915 e governaram o país até 1934. Retiraram-se quando conseguiram os seus dois objectivos: cobrar as dívidas do City Bank e abolir o artigo constitucional que proibia vender plantações aos estrangeiros. Então Robert Lansing, secretário de Estado, justificou a longa e feroz ocupação militar explicando que a raça negra é incapaz de governar-se a si própria, que tem "uma tendência inerente à vida selvagem e uma incapacidade física de civilização". Um dos responsáveis da invasão, William Philips, havia incubado tempos antes a ideia sagaz: "Este é um povo inferior, incapaz de conservar a civilização que haviam deixado os franceses".


O Haiti fora a pérola da coroa, a colónia mais rica da França: uma grande plantação de açúcar, com mão-de-obra escrava. No Espírito das leis, Montesquieu havia explicado sem papas na língua: "O açúcar seria demasiado caro se os escravos não trabalhassem na sua produção. Os referidos escravos são negros desde os pés até à cabeça e têm o nariz tão achatado que é quase impossível deles ter pena. Torna-se impensável que Deus, que é um ser muito sábio, tenha posto uma alma, e sobretudo uma alma boa, num corpo inteiramente negro".

Em contrapartida, Deus havia posto um açoite na mão do capataz. Os escravos não se distinguiam pela sua vontade de trabalhar. Os negros eram escravos por natureza e vagos também por natureza, e a natureza, cúmplice da ordem social, era obra de Deus: o escravo devia servir o amo e o amo devia castigar o escravo, que não mostrava o menor entusiasmo na hora de cumprir com o desígnio divino. Karl von Linneo, contemporâneo de Montesquieu, havia retratado o negro com precisão científica: "Vagabundo, preguiçoso, negligente, indolente e de costumes dissolutos". Mais generosamente, outro contemporâneo, David Hume, havia comprovado que o negro "pode desenvolver certas habilidades humanas, tal como o papagaio que fala algumas palavras".

A humilhação imperdoável

Em 1803 os negros do Haiti deram uma tremenda sova nas tropas de Napoleão Bonaparte e a Europa jamais perdoou esta humilhação infligida à raça branca. O Haiti foi o primeiro país livre das Américas. Os Estados Unidos haviam conquistado antes a sua independência, mas tinha meio milhão de escravos a trabalhar nas plantações de algodão e de tabaco. Jefferson, que era dono de escravos, dizia que todos os homens são iguais, mas também dizia que os negros foram, são e serão inferiores.

A bandeira dos homens livres levantou-se sobre as ruínas. A terra haitiana fora devastada pela monocultura do açúcar e arrasada pelas calamidades da guerra contra a França, e um terço da população havia caído no combate. Então começou o bloqueio. A nação recém nascida foi condenada à solidão. Ninguém lhe comprava, ninguém lhe vendia, ninguém a reconhecia.

O delito da dignidade

Nem sequer Simón Bolíver, que tão valente soube ser, teve a coragem de firmar o reconhecimento diplomático do país negro. Bolívar havia podido reiniciar a sua luta pela independência americana, quando a Espanha já o havia derrotado, graças ao apoio do Haiti. O governo haitiano havia-lhe entregue sete nave e muitas armas e soldados, com a única condição de que Bolívar libertasse os escravos, uma ideia que não havia ocorrido ao Libertador. Bolívar cumpriu com este compromisso, mas depois da sua vitória, quando já governava a Grande Colômbia, deu as costas ao país que o havia salvo. E quando convocou as nações americanas à reunião do Panamá, não convidou o Haiti mas convidou a Inglaterra.
Os Estados Unidos reconheceram o Haiti apenas sessenta anos depois do fim da guerra de independência, enquanto Etienne Serres, um génio francês da anatomia, descobria em Paris que os negros são primitivos porque têm pouca distância entre o umbigo e o pénis. Por essa altura, o Haiti já estava em mãos de ditaduras militares carniceiras, que destinavam os famélicos recursos do país ao pagamento da dívida francesa. A Europa havia imposto ao Haiti a obrigação de pagar à França uma indemnização gigantesca, a modo de perdã por haver cometido o delito da dignidade.
A história do assédio contra o Haiti, que nos nossos dias tem dimensões de tragédia, é também uma história do racismo na civilização ocidental.
18/Janeiro/2010

O original encontra-se em www.resumenlatinoam ericano.org , Nº 2146

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Re-encontro

Há alguns dias atrás, eu postei aqui no blog um texto entitulado "2010 o futuro ja começou" onde estava falando a respeito do novo ano, coisas que esperamos, que planejamos, que desejamos, ano de viver o futuro, entre outras coisas mais. Então, hoje, exatamente 12 dias após o post, resolvi voltar a temática, não para repetir as mesmas coisas, mas mais para deixar registrado - que para mim esse inicio de ano, diferente de muitos anteriores em que demorava para começar a "cumprir as promessas de ano novo" - as coisas boas que ja estão acontecendo por aqui.

2010 é para ser o ano. O ano em que todas as coisas boas virão a acontecer. Ano dos amigos. Sim, e com a maior das alegrias posso dizer que esse é o ano das amizades antigas, mas também das mais novas. Tanto uma quanto a outra requerem o mesmo cuidado: amor, carinho, dedicação. Estou escrevendo sobre isso pois quero de uma forma bem singela, deixar aqui registrado em forma de homenagem, o imenso carinho que tenho por todos os meus amigos, mas em especial vou me deter em uma pessoa (e toda a sua familia), que conheci quando tinha meus 9 anos de idade .... ou seja, lá se vão 21 anos de amizade e muita saudade.

E ontem, dia 17/01 foi um dia de muita alegria e de tamanha emoção para mim e sei que para ela também. Estavamos a pouco mais de 4 a 5 anos sem conseguir nos encontrar. E a visita dela e sua familia foi para mim algo extraordinário. Conheci o Pequeno Principe. E olha gente, esse meu lado cupido funcionou direitinho. Pois se não fosse por mim, esse Pequeno Principe continuaria a ser somente uma histórinha infantil. heheh.

Esse 2010 das amizades para mim ja começou ...... tempo de re-encontrar as pessoas que nos foram tão importantes. Tempo de reatar as verdadeiras amizades. Tempo de valorizar as amizades que se tem e as que estão chegando. Tempo de explicitar o quanto cada uma das nossas amizades nos são importantes.


Tempo de vive-las, de ser feliz!!!
Isso para mim é 2010.

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

" Quero saber, entre todas aquelas que eu sou, quem é a chefe, quem manda dentro de mim."
(Divã)

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010